NOTÍCIAS

Polícia Civil apura homicídio planejado por trio para receber seguro de R$200 mil  

Marido da vítima planejou em conversas, morte por atropelamento, conforme apurado em escutas telefônicas

A Polícia Civil com atuação dos policiais da DIG e DISE, com apoio de agentes da Central de Polícia Judiciária e do GOE prenderam na manhã de ontem, dois homens, um de 46 e outro de 59 anos, e uma mulher, de 27 anos, suspeitos de terem participado de um homicídio, ocorrido em 11 de fevereiro deste ano. O trio é acusado de planejar a morte do idoso Antônio Carlos de Oliveira, 69 anos, em uma chácara nos fundos de um posto de combustível, no Jardim Caiçara, aparentando ter sido esfaqueado.
Segundo o delegado seccional, Dr. Haroldo Chaud, o crime teve como motivo dinheiro, após a contratação de um seguro a princípio por 50 mil e foi subindo, estando hoje já em R$200 mil. “Um dos autores, que morava com a vítima contratou o seguro e através de um trabalho espiritual queria sua morte, e após 90 dias, o plano mudou para atropelamento da vítima. Temos uma gravação que auxiliou na prisão, onde uma mulher discutia com o marido da vítima, a melhor forma da vítima ser morta para que o seguro fosse pago com valor maior”, afirmou Dr. Haroldo.
Segundo o Seccional, o mando do crime está elucidado e agora a investigação prossegue por 30 dias, para apurar quem foi o autor do esfaqueamento. “Gostaria de parabenizar toda equipe da Polícia Civil que agora está ao meu comando”, afirmou Dr. Chaud.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.