NOTÍCIAS

Comunicação visual nos principais cruzamentos de Sorocaba destaca canal para acionamento dos serviços públicos sociais de auxílio às pessoas em situação de rua

A Prefeitura de Sorocaba, por meio das Secretarias da Cidadania (Secid) e de Comunicação (Secom), enfatiza a importância de a população acionar os serviços públicos sociais especializados no auxílio às pessoas em situação de rua, ao invés de tentar ajudar dando esmolas, por exemplo.

O apelo é feito por meio de comunicação visual nos principais cruzamentos da cidade. Totens, com a identidade do programa municipal “HumanizAção”, instalados em pontos estratégicos, orientam os munícipes a acionar as equipes de assistência social, sempre que verificarem pessoas em situação de rua, necessitando de auxílio e cuidados. O WhatsApp indicado é o (15) 99666-2636, funcionando 24 horas, todos os dias. As comunicações visuais encontram-se nos seguintes pontos: semáforo da Av. Antônio Carlos Comitre com a Av. Washington Luiz, altura do número 1.000, no Campolim; Av. Washington Luiz com a Av. Comendador Pereira Inácio, altura do número 23; em frente à Uniten, na Av. General Osório, e no número 986 da mesma avenida; Av. Comendador Camilo Júlio, altura do número 1.751; Av. Elias Maluf com a Rua Paulo Emanoel de Almeida, altura do número 1.774, no Wanel Ville; e na Av. Afonso Vergueiro, número 1.350.

A campanha também abrange os canais de comunicação oficiais da Prefeitura de Sorocaba, pelo site: www.sorocaba.sp.gov.br e pelas mídias sociais (@prefeituradesorocaba); outdoors espalhados pelo município e busdoors (publicidade na traseira dos ônibus), além do apoio dos veículos de imprensa.

“A melhor forma de ajudar a pessoa em situação de rua é acionando o programa municipal de acolhimento, que poderá atender, em um primeiro momento, com serviços essenciais, como alimentação completa, cuidados de higiene e pernoite, além do atendimento em saúde, se necessário, e ainda, sempre que possível e desejado pela pessoa, será feito o contato com a família de origem”, destaca o secretário da Secid, Clayton Lustosa. “Ressaltando que o objetivo final desse trabalho diário e contínuo é sempre proporcionar chances reais para uma verdadeira mudança de vida, contribuindo para a reinserção dessas pessoas no convívio em comunidade”, completa.

O titular da Secid explica que é sabido que a intenção dos cidadãos em ajudar as pessoas em situação de rua dando esmolas é genuína, devido aos apelos emocionais envolvidos, mas isso pode prejudicar, ainda mais, a situação dos que pedem dinheiro nos cruzamentos. “As esmolas acabam reforçando a situação de marginalização dessas pessoas, pois suas necessidades são supridas de maneira equivocada e dificultam a assistência social adequada, inclusive, quanto ao regresso ao lar e a reinserção na vida em comunidade. A população pode sempre ajudar, informando onde essas pessoas se encontram, para que as equipes especializadas do programa ‘HumanizAção’ possam chegar rapidamente até o local e oferecer toda assistência à disposição”, informa o secretário.

 

“HumanizAção”

Desde o início de 2021, a Prefeitura de Sorocaba realiza o programa municipal “HumanizAção”. Por meio dessa iniciativa, são feitas abordagens sociais diárias, de domingo a domingo, a pessoas em situação de rua e o acolhimento, de todas que aceitam auxílio, é realizado no Serviço de Obras Sociais (SOS), local onde são oferecidos serviços essenciais, tais como: alimentação completa, cuidados de higiene, banho, roupas limpas e pernoite.

O programa conta com a atuação de profissionais da Secretaria do Gabinete Central, da Secretaria da Cidadania, por meio de sua Coordenadoria de Álcool e Outras Drogas, e de agentes do SOS, além do apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), da Secretaria de Serviços Públicos e Obras (Serpo) e da Urbes – Trânsito e Transportes.

Somente no último mês de maio, o “HumanizAção Inverno”, vertente voltada para o atendimento nos dias mais frios do ano, quando as ações são ainda mais intensificadas, realizou 556 abordagens sociais a pessoas em situação de rua. Esses atendimentos geraram 496 acolhimentos no Serviço de Obras Sociais. Além disso, perto de 140 pessoas puderam retornar aos seus lares de origem, seja em Sorocaba ou em outras cidades de procedência. O retorno ao lar é providenciado pela Prefeitura, sempre que há o interesse da pessoa e viabilidade para que isso aconteça.

Ações constantes

*O programa “HumanizAção” ocorre todos os dias. Na noite de quarta-feira (8), por exemplo, as equipes intensificaram suas ações até a 1h desta quinta-feira (9), realizando 53 abordagens sociais especializadas a pessoas em situação de rua, em 19 pontos da cidade, sendo que 15 delas aceitaram acolhimento no SOS. *

As equipes percorreram os seguintes locais: Praça Cel. Fernando Prestes, Rodoviária, Rua Paulo Setúbal, Rua Vicente Latorre Neto, Rua Sete de Setembro, Avenida Ipanema, Praça da Bandeira, Rua Márcio dos Santos Flores, Avenida Pres. Juscelino Kubitscheck de Oliveira, Avenida Dr. Afonso Vergueiro, Praça Pedro de Toledo, Avenida Itavuvu, Avenida Moreira César, Praça Frei Baraúna, Rua Campos Salles, Rua Professor Luiz de Vasconcelos, Rua Professor Vítor Augusto Stroka e Avenida General Carneiro.

A população pode sempre colaborar com o programa, informando os locais da cidade onde haja pessoas em situação de rua necessitando de cuidados e acolhimento, assim como doando roupas, cobertores e alimentos. O contato pode ser feito pelo WhatsApp (15) 99666-2636, que pode ser acessado 24h por dia, ou pelos telefones: (15) 3229-0777, do SOS; (15) 3212-6900, da Secretaria da Cidadania e 153, da Guarda Civil Municipal.

Diferencial da ação, nestes dias mais frios do ano, é que animais de estimação que estejam na companhia das pessoas acolhidas ou abandonados nas ruas também recebem abrigo, com ações por parte da Secretaria de Meio Ambiente, Proteção e Bem-Estar Animal (Sema).

Diante disso, outra forma de colaborar é doando rações, roupinhas e até casinhas para pets, que vão ajudar a abrigar e aquecer os animaizinhos acolhidos. As doações podem ser entregues, das 8h às 17h, na Unidade de Proteção e Bem-Estar Animal, da Sema, localizada na Rua Rosa Maria de Oliveira, 345, ao lado do Instituto Humberto de Campos, no Jardim Zulmira.

Fotos: Michelle Alves – Secom