NOTÍCIAS

Estudantes da EJA fazem uso cotidiano das novas tecnologias em sala de aula

As novas tecnologias estão presentes nas salas de aula da rede municipal de ensino, e não seria diferente para os alunos que estudam na modalidade de Educação para Jovens e Adultos (EJA). Um desses exemplos pode ser visto na E.M. Ary de Oliveira Seabra, que já utiliza, como ferramenta diária, o recurso da lousa digital igualmente nas aulas da EJA.

Outras tecnologias usadas, ainda, são: o sistema Google for Education; tablets e Chromebooks para professores e alunos, contando, também, com a formação continuada dos profissionais da Educação nessas ferramentas. A plataforma Google for Education, por exemplo, reúne um conjunto de aplicativos que contribui para a interação entre professores e alunos.

Com a utilização desses equipamentos, tem sido possível produzir textos e desenvolver atividades que requeiram, por exemplo, o acesso a links e sites para ampliar a gama de informações e opiniões compartilhadas com os alunos. “É como ter o mundo nas nossas mãos, com a ajuda da internet”, avalia a professora Regina Conceição da Silva Gonçalves de Lima, que leciona para o grupo da EJA nessa escola.

“Comecei com o uso de sites com jogos. Em princípio, tive receio de que a turma considerasse os jogos pouco atraentes. Mas, para minha surpresa, todos adoraram. Procuro utilizar jogos que façam referência ao conteúdo que estamos desenvolvendo na semana, conforme o planejamento. Já jogamos diferentes tipos de anagramas, jogo da forca, quebra-cabeça, forme palavras, separe as sílabas, entre outros. Todos os estudantes participam, diretamente ou dando sugestões nas jogadas dos outros alunos”, completa a educadora.

Esse tipo de atividade tem dia fixo na semana para acontecer, todas as terças-feiras. Nos demais, são aplicadas outras formas de tarefas. Um sinal importante de que a estratégia com os jogos está sendo efetiva e também atraente para o público, é a frequência de 100% que vem sendo observada nessas aulas, as quais estimulam o raciocínio e a participação dos alunos, aspectos muito relevantes quando está em foco a aprendizagem de jovens e adultos.

 

Estímulo também para os professores

 

Além dos recursos tecnológicos, que vêm fazendo a diferença também nessa modalidade de ensino, é preciso lembrar que a base do aprendizado, igualmente para esse público, se mantém na relação professor-aluno. Por isso, é tão relevante a formação continuada dos professores da rede, o que atende, ainda, a uma demanda prevista na legislação.

Considerando essa necessidade, mensalmente, a Secretaria da Educação promove formações para os docentes, incluindo os que atuam na Educação de Jovens e Adultos, visando proporcionar essa formação de modo continuado e com qualidade.

Nos últimos meses, além de uma reunião de alinhamento de ações junto aos professores e às equipes gestoras de todas as escolas, foram oferecidas formações referentes os temas: “Língua e linguagem na constituição dos sujeitos” e “Corpo Movimento”. Para os próximos meses, já estão programadas formações sobre o “Marco Referencial do Município”, “Diversidade em contexto”, “Matemática e suas linguagens”, entre outros assuntos pertinentes e imprescindíveis à prática pedagógica. “Os professores são continuamente capacitados para atender os estudantes que já estão matriculados e os que ainda podem se matricular em uma das dez unidades educacionais que atendem à EJA”, observa o secretário da Educação, Marcio Carrara.

 

Como se inscrever na EJA

 

O munícipe deve procurar uma unidade escolar municipal e lá escolher a escola mais próxima

de sua residência que ofereça a modalidade EJA (veja relação, abaixo), portando documento com foto e comprovante de residência, atualizado em até, no máximo, três meses. A idade mínima para se candidatar é de 14 anos completos.

A matrícula fica aberta durante todo o ano letivo, no entanto, quanto mais rapidamente procurar a escola, melhor o aproveitamento do aluno.

 

As pessoas interessadas devem procurar as secretarias das escolas municipais, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h. Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria da Educação pelo telefone: (15) 3228-9523.

Confira as unidades da rede municipal de ensino de Sorocaba que atendem à EJA em 2022:

E.M. “Ana Cecilia Falcato Prado Fontes, Prof.ª” – Jd. Renascer

E.M. “Ary de Oliveira Seabra, Prof.” – Cajuru do Sul

E.M. “Darlene Devasto, Prof.ª” – Jd. Atílio Silvano

E.M. “Inês Rodrigues Cesarotti, Prof.ª” – Pq. Vitória Régia

E.M. “Irineu Leister, Prof.” – Jd. Ipiranga

E.M. “Léa Edy Alonso Saliba, Prof.ª” – Lopes de Oliveira

E.M. “Maria de Lourdes A. de Moraes, Prof.ª” – Jd. Santa Lúcia

E.M. “Maria Ignez Figueiredo Deluno, Prof.ª” – Vila Mineirão

E.M. “Milton Leite de Oliveira, Dr.” – Brigadeiro Tobias

E.M. “Renice Seraphim, Prof.ª” – Vila Angélica