NOTÍCIAS

Junho Violeta: ações em Sorocaba alertam para a prevenção da violência contra os idosos

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Cidadania (Secid) e com a participação do Conselho Municipal do Idoso, prepara ações de conscientização da população com referência à campanha “Junho Violeta”, movimento mundial voltado à prevenção da violência contra a pessoa idosa.

Em Sorocaba, as iniciativas têm base na Lei Municipal nº 12.471, de autoria do vereador Cristiano Passos, que incluiu a data no calendário oficial do Município. A nova legislação propõe ações de mobilização, sensibilização e conscientização dos cidadãos sobre todos os tipos de violência que podem ser praticados contra as pessoas idosas e como preveni-los e combatê-los.

Para divulgar a campanha, o Centro de Referência do Idoso, ao lado da Coordenadoria do Idoso, da Secid, e do Conselho Municipal do Idoso, realizará a distribuição de panfletos explicativos sobre o assunto nesta terça-feira (14), das 10h às 12h e das 13h às 15h, na Praça Cel. Fernando Prestes, no Centro.

Na quarta-feira (15), às 9h, a ação será uma roda de conversa no CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) Vitória Régia, contando com a presença de equipe do CRI (Centro de Referência do Idoso). A atividade deverá reunir famílias Paif (do serviço de Proteção e Atenção Integral à Família) e grupos de caminhada das UBSs Vitória Régia e Ulisses Guimarães. Todas as ações contarão, ainda, com a participação de um representante do Conselho do Idoso.

No material que será distribuído à população (em anexo), estão descritos os tipos de violência contra o idoso que podem ocorrer e que devem ser denunciados por todo aquele que presenciar ou suspeitar de algo assim: violência física, psicológica, sexual ou patrimonial (financeira e econômica), situações de negligência, de abandono ou a discriminação em decorrência da orientação sexual, de raça ou etnia. “Qualquer tipo de violência contra a pessoa idosa deve ser denunciada imediatamente”, afirma Fabiana Silva, coordenadora do Centro de Referência do Idoso.

Os canais de denúncia são o Disque 100 (serviço gratuito, com funcionamento 24 horas) e também a Delegacia do Idoso – 3º Distrito Policial, localizada na Av. Mário Campolim, 295, no Parque Campolim, telefones: (15) 3234-2111, 3212-3999 e 3234-2122.