NOTÍCIAS

GCM e Setor de Fiscalização checam denúncias de perturbação do sossego em três regiões da cidade

 

 

 

 

Uma equipe do Setor de Fiscalização de Posturas da Prefeitura de Sorocaba, com o apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), realizou mais uma operação para apurar denúncias de perturbação do sossego e outros tipos de irregularidades, em bairros nas Zonas Norte e Oeste, além da região central da cidade. A ação ocorreu das 19h50 de sábado (9) à 0h20 deste domingo (10).

Ao todo, 13 pontos foram vistoriados, nos bairros: na Vila Leão, Vila Carvalho, Jardim Maria Antônia Prado, Vila Helena, Wanel Ville, Conjunto Habitacional Júlio de Mesquita Filho, Jardim Ipiranga, Jardim Simus, Centro e Vila Lucy.

Três estabelecimentos estavam fechados no momento da fiscalização, sendo que um não foi localizado, a partir das informações da denúncia, e um não apresentava irregularidades. Outros dois foram orientados sobre como proceder para o funcionamento adequado. Um estabelecimento foi autuado por poluição sonora (som excessivo). Houve, ainda, a aplicação de nove autuações: quatro por poluição sonora, uma por falta de alvará especial de funcionamento (após a meia-noite) e quatro por obstrução de calçada. 

Durante o plantão noturno, às 21h35, outra equipe da GCM apurou denúncia de perturbação do sossego no Jardim Santa Bárbara, mas o caso não se confirmou.

Houve, também, ações de patrulhamento preventivo em pontos, como: praça central, praça Frei Baraúna, Jardim Botânico, Parque das Águas, Casa do Turista, Usina Cultural, Largo São Francisco de Assis e Uniten, além de nas redondezas de próprios municipais em diferentes bairros, sendo: Parque Vitória Régia, Vila Astúrias, Aparecidinha, Vila Sabiá, Vila Lucy, Brigadeiro Tobias e Vila Lucy, mais ao longo de avenidas, tais como: Dom Aguirre, Ipanema e Itavuvu.

A Secretaria de Segurança Urbana (Sesu) e as autoridades policiais contam com o apoio da população, para que as acione e envie informações, em caso de constatação de perturbação do sossego, eventos clandestinos ou outras irregularidades. O contato pode ser feito pelos telefones: 153 (GCM) e 190 (Polícia Militar).